Vida Alienígena

Vida Alienígena

Existe vida alienígena?

Uma das perguntas mais antigas que humanos se fazem e sem resposta definitiva até hoje: há seres extraterrestres para serem descobertos?

Existem duas possibilidades: estamos sozinhos no universo ou não. E ambas respostas são aterrorizantes!Arthur C. Clark.
vida alienígena
Por que seria humanoide?

A procura por vida inteligente fora da Terra é por si só um conceito subjetivo, uma vez que a definição do que é “vida” e do que é “inteligente” são baseados apenas na experiência que temos do mundo que vivemos. Não temos com o que comparar. Usar outros animais que demonstrem algum tipo de capacidade cognitiva e de aprendizado é limitado pela nossa própria concepção do que é inteligência.

Uma colmeia de abelhas e seu funcionamento demonstra um nível de organização notável, cada membro fazendo sua parte na sociedade, mas elas não têm consciência do que fazem, porque fazem e nem de perto se reconhecem como seres independentes. Possuem certa cognição, mas não inteligência. Não questionam se há outras abelhas em outros planetas (o que pode ser bem sábio por parte delas).

Poderia haver semelhantes civilizações em outros planetas, sem nenhum interesse em conhecer ou se comunicar com outros mundos, apenas vivendo em harmonia com o ambiente.

Outras, poderiam ser “avançadas” o suficiente para se autodestruir, extinguir os recursos naturais, poluir fontes de alimento, de água e ar. Não, se fossem avançadas não fariam isso, não é mesmo humanos?

No entanto, o mais provável (e o mais pesquisado) é que sejam encontrados micro-organismos, ou fósseis deles, nos planetas ou luas do sistema solar. A descoberta, apesar de ser uma das mais importantes da história humana, será um tanto quanto anti-climática. Sem apertos de mão com vida alienígena.

Hum, parece que vi um Alien…

É curiosa a associação de algo incomum na Terra com alienígenas. Nunca vimos um para comparação. São imagens criadas pela imaginação, sem referência alguma. A forma humanoide seria o melhor modelo de um corpo?  É a melhor mesmo na Terra? Depende do ambiente.

Somos mais fracos e lentos; enxergamos, ouvimos e temos o olfato pior que muitos animais; não voamos nem respiramos debaixo d’água; não temos o formato mais comum no planeta. As semelhanças de simetria axial, dois olhos, dois ouvidos, dois membros superiores e inferiores, derivam de um ancestral comum, enquanto outras formas seguiram caminhos diferentes e nem por isso são menos adaptadas.

extaterrestre
Passeando com animais de estimação na praia?! Isso dá multa…

Somos como somos devido às características ambientais de temperatura, pressão e composição atmosférica, gravidade, exposição à luz solar, etc, as quais limitaram as possibilidades de diversificação (muito embora sejam extraordinariamente vastas).

A consciência humana é a capacidade de pensar sobre os próprios pensamentos, de ter noção de si mesmo, de reviver lembranças e imaginar o futuro, embora não consigamos saber por nós mesmos de onde surgem e nem sentir o próprio cérebro (cientistas sabem as áreas ativadas em certos processos, mas não como emergem). Descargas elétricas, reações químicas, captação de informações externas, regulação de processos internos, ocorrem e são interpretados da maneira que são pelo design cerebral. Subjetivo demais. Considerar que vida alienígena tenha os mesmos recursos não é impossível, mas estatisticamente improvável (a não ser que considere a teoria de multiversos).

Cada família de animais tem seus meios de comunicação e interação que, para nós, são estranhos e muitas vezes com padrões irreconhecíveis. Não nos comunicamos nem com seres que compartilham o mesmo bioma e base genética, quem dirá em outro lugar.

A fala não passa de um monte de ruídos emitidos repetidamente associados às coisas e eventos vividos; a escrita, esses símbolos que sequencio aqui, não passam de um código de conhecimento comum. Idiomas asiáticos são completamente estranhos no formato e sonoridade para nós, mas também tem o mesmo propósito, de transmitir informações. No entanto, não entendemos nem nossos próprios irmãos homo sapiens!

O que poderia ser usado como meio de comunicação? Algo que seja comum em qualquer parte? Matemática? Leis da física? Quais símbolos usar? Sons? São capazes de ouvir e em que faixa de frequência? Luzes? Mesma coisa do que o som. Talvez telepatia ou movimentos corporais? Não há como saber. Inúmeras possibilidades, até mesmo que não haja um jeito de trocar informações.

Tempo e distância

Outro problema para o encontro de vida alienígena são as distâncias entre os planetas e a capacidade humana de locomoção. Mesmo que naves ou sondas viajassem próximas à velocidade da luz (bem além da tecnologia atual), demoraria muito tempo para alcançarem os alvos e enviar as informações de volta. O tempo é tão grande que desencoraja investimentos em missões deste tipo. Por exemplo, as sondas Voyager 1 e 2, lançadas em 1977, somente agora atingiram o limiar do sistema solar, 43 anos depois. Obviamente houve avanços, mas ainda é um grande limitador.

Considerando os próprios eventos naturais no nossa planeta, que já sofreu 6 extinções em massa, é provável que não haja tempo hábil para a comunicação e interação entre humanos e alienígenas, pois no intervalo ambas civilizações poderiam deixar de existir.

Orbitando estrelas longínquas, cuja luz que captamos agora é de milhões de anos luz atrás, planetas podem ter tido condições para o desenvolvimento e evolução da vida, mas terem sido destruídos por eventos naturais ou dos próprios habitantes (um equivalente à uma guerra nuclear, por exemplo). Mesmo se houvesse um meio de transporte instantâneo, já seria tarde demais.

Voyager 2
Voyager 2. Um bit de informação demora 16h para chegar à Terra.

Vida Alienígena pode ser uma ameaça?

O que podemos esperar de vida alienígena? Se forem menos avançados não nos entenderão; se estiverem no mesmo nível, podem nos ver como ameaça ou como fonte de obtenção de recursos; se forem mais avançados, podem nem se importar com este mundo primitivo, assim como não prestamos atenção num formigueiro, ou talvez como curiosidade, ou não desejem influenciar o rumo do desenvolvimento com introdução e compartilhamento de novas tecnologias, em um senso ético de não interferência. Ainda assim, não passam de especulações enviesadas pela condição humana. Podem agir de maneira totalmente inesperada.

Por outro lado, podem ser constituídos de outros elementos (silício invés de carbono), outras configurações morfológicas e energéticas, sequer imaginadas. Outras percepções de espaço, tempo, comunicação, com ou sem sentimentos. Mesmo considerando que as leis da física são as mesmas em todo o universo, as teorias ainda estão incompletas e longe de explicar todos os fenômenos. Assim, imagino que não somos capazes de prever que tipo de entidades poderemos nos deparar no futuro.

Vida ancorada em carbono e reprodução via DNA podem não ser a única forma de manifestação de vida (a duplicação do DNA não é um processo perfeito e inúmeras mutações acontecem o tempo todo; algumas foram boas e decisivas, outras nem tanto. Dentro das próprias células existe um “setor” de controle de qualidade que verifica se as proteínas criadas estão dentro do padrão (a taxa de erro é de 1 em 10000, sendo aceitas como forma de poupar energia, pois o processo de avaliação não sai de “graça”)).


Para encerrar, tenho uma opinião particular, sem comprovação alguma, de que o que chamamos atualmente de matéria escura e energia escura, que representam a maior parte da massa/energia do universo, como citado no post da formiga e o homem, possa ser o lar destes seres, separados por fases, num exemplo grosseiro como água e óleo. Por falta de terminologia apropriada, poderia chama-la de dimensão espiritual, etérea, não no sentido religioso, coexistindo em sobreposição ao nosso próprio mundo, interagindo de maneiras ainda não conhecidas.

E aí, o que você acha? Existe vida alienígena?


Joe Satriani e músicas para assobiar.

1 thought on “Vida Alienígena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *