Sobre Hermes

Sobre Hermes

Olá, humanoides! Eu sou Hermes.

Homem cis, de meia idade, heterossexual, solteiro, sem filhos, sem dividas, sem vícios, sem religião definida e sem noção do que estou fazendo agora.

Sou formado em Tecnologia Têxtil e trabalhei muitos anos como gerente de PCP (programação e controle de produção). A experiência com site é nova.

Também sou filho, irmão, tio, sobrinho, cunhado, primo, amigo, ex-namorado, vizinho, cidadão, contribuinte, assinante, inquilino; músico, cantor, escritor, jogador, programador, cozinheiro, limpador, comprador, pagador e humorista (sou sim!).

Sei andar, correr, pular, respirar, comer, beber, cagar, mijar e segurar coisas com as mãos; toco violão, canto, canto em inglês errado, canto no banheiro, canto enquanto passo aspirador na casa e faço barulhos estranhos com a boca.

Não sei fazer malabarismo e nem assobiar com os dedos.

Gosto de jogar videogame, assistir filmes e séries, ler livros, assistir cursos (de qualquer coisa), ouvir música boa, comer chocolate e doces, beber vinho, fazer pães e bolos, dormir, e agora, fuçar no site. (não necessariamente nesta ordem).

Pseudo-entendido em ciências, física, mecânica quântica, astronomia, cosmologia, tecnologia, biologia, psicologia, comportamento humano, astrologia, interpretação de sonhos e outras coisas aleatórias.

Aprecio mulheres bonitas, femininas, simpáticas e inteligentes (embora, aparentemente, não seja recíproco).

Além disso, sou bonito, inteligente e modesto.

Outras pessoas podem pensar diferente.


CINS – cultura inútil não solicitada.

Criei esse termo enquanto escrevia um livro sobre histórias de PCP (ainda preciso finaliza-lo). Em cada capítulo eu adicionava um assunto aleatório, de coisas que gosto e que aprendi, e depois fazia uma amarração com o contexto.

À estes assuntos aleatórios, dei o nome de CINS, my sins. O conhecimento acumulado e que não teve uso prático na minha vida e que agora compartilho. Por isso chamo de cultura inútil, muito embora sejam bem interessantes. E não solicitada porque ninguém pediu, nem esperava, mas que vai surpreender pelo inusitado do conteúdo e pela forma como será apresentado: minha visão particular sobre as coisas. Sincera, crua, fria, sarcástica, ácida e inconvencional.

sobre o mundo de hermes
Um pouco de tudo.
Inscreva-se

 

Loading